• Start
  • blog hello
  • Como definir qual nootrópico devo tomar?
  • Como definir qual nootrópico devo tomar?

    hellorain™
    14 Oct 2023
    Como definir qual nootrópico devo tomar?

    Existem inúmeros nootrópicos no mercado e é necessário identificar qual o melhor para cada caso.

    Nootrópicos ou smart drugs tem se tornado muito popular em todos os meios, seja na academia, faculdade ou empresas. Essas substâncias prometem aprimorar aspectos cognitivos, como a memória, foco e aprendizado, possuindo baixa toxicidade e poucos efeitos colaterais.


    Mas, escolher qual o melhor não é tão fácil quanto parece. Existem muitas opções no mercado e eles possuem mecanismos de ações distintos, o que determina qual se adapta melhor para cada objetivo. Nesse post iremos te dar algumas dicas que irão te ajudar a como definir o melhor nootrópico.

    Defina seus objetivos

    Antes de tomar algum nootrópico, é muito importante definir qual o objetivo que você deseja alcançar ao tomar essa substância. Ou seja, qual aspecto cognitivo você deseja aprimorar e como vai avaliar o sucesso.


    As funções cognitivas incluem memória, atenção, linguagem, percepção e funções executivas, a qual abrange as tomadas de decisão, lógica, raciocínio, estratégia e soluções de problemas e cada nootrópico irá agir melhor em determinada parte.


    Por exemplo, se você é um estudante universitário e está precisando ir bem em uma prova, provavelmente o seu objetivo será aprimorar as capacidades de memória e concentração. Porém, se é um executivo e precisa tomar decisões de forma rápida e resolver alguns problemas, é a função executiva que deve ser aprimorada.


    Dessa forma, pesquise sobre cada nootrópico e onde ele age, para que esteja de acordo com aquilo que deseja alcançar.

    Faça o básico

    Mesmo o melhor nootrópico não irá te ajudar se não fizer o básico em relação à sua saúde. E, acredite, a saúde física afeta muito a saúde mental.
    Desse modo, é importante cuidar do simples para encontrar o melhor nootrópico.

    • Beba bastante água – o corpo humano possui 60% de água na sua composição. Desse modo, se manter hidratado é muito importante para que todo o organismo funcione de maneira correta
    • Faça exercícios regularmente – a prática de atividades físicas é essêncial, inclusive quando se trata do cérebro, pois produzem efeitos positivos nas funções cerebrais e preservam a habilidade mental ao longo da vida.
    • Exercite o cérebro – quanto mais usar o cérebro, mais ágil e ativo ele será. Sendo assim, leia, estude, faça palavras cruzadas e outras atividades que necessitam de usar o cérebro.
    • Se alimente bem – existem alimentos que auxiliam na melhora da capacidade cognitiva e também alimentos que prejudicam. Com isso, opte por manter uma alimentação saudável na maior parte do tempo.
    • Cuide do sono e relaxe – não adianta ficar no 220V se não tiver uma boa noite de sono. É necessário desligar a mente um pouco para poder alcançar a melhor performance.

    Comece simples e desenvolva a partir daí

    Uma dica para quem está começando a tomar nootrópicos é começar com doses menores e ir aumentando aos poucos. Assim, é possível conhecer como o seu corpo irá reagir à essas substâncias e reduzir às chances de efeitos colaterais.


    Ainda, à maioria das pessoas já conseguem ver mudanças positivas na cognição com a utilização de substâncias simples, como vitaminas do complexo B, ômega 3 e cafeína. Desse modo, muitas vezes os nootrópicos naturais são suficientes para provocar algum efeito, além de serem mais seguros, o que faz com que não seja necessário recorrer às drogas mais fortes e correr os riscos de efeitos colaterais desagradáveis. Exemplos são a utilização de cafeína ou Ginseng com Gingko biloba ou cafeína com cacau.

    Não confie em apenas uma substância

    Nem sempre usar o mesmo produto a vida toda é sinal de que é o único que funciona e, principalmente, que se aplica a todo mundo. Cada indivíduo responde de forma diferente e o que é bom para um, pode não ser para o outro. Isso porque existe um princípio chamado individualidade biológica, o qual diz que cada organismo reage de formas diferentes ao mesmo estímulo, gerando adaptações específicas.


    Além disso, imagina que o produto que usava e confia 100% saiu do mercado ou está em falta. E agora? Você está precisando e vai ficar sem? De forma alguma. Teste novos nootrópicos e adote uma abordagem ampla.

    Escolha uma farmácia de confiança

    Saber de onde vem o produto é muito importante para verificar a autenticidade do mesmo. Alguns nootrópicos são manipulados e devem ser produzidos em boas farmácias de manipulação, as quais possuem conferências inicial e final, atenção às cápsulas e excipientes para evitar alergias e garantir a ação do princípio ativo e controle da matéria prima, inclusive da água.


    Se não tiver atenção à essas questões, corre o risco de ser entregue um produto de baixa qualidade e que não vai funcionar como deveria.


    hellorain™
    14 Oct 2023